Embaixador da Guiné-Bissau em Portugal quer mais alunos guineenses no IPB

O embaixador da Guiné-Bissau em Portugal, Hélder Vaz, pretende levar para aquele país o modelo de FabLab, Laboratório de fabricação digital.
O representante de Guiné-bissau visitou a semana passada a comunidade de 23 alunos guineenses que estudam no Instinto Politécnico de Bragança. O objectivo principal é desencadear acções de cooperação económica.
“Estou com este sonho que vou transmitir às nossas autoridades, o apoio do IPB poderia ser fundamental para criar o Fab Lab, mas em outros aspectos junto do município de Bragança procuraremos no futuro encontrar interesses comuns, em que todos tenham a ganhar para que possamos desenvolver acções de cooperação económica”, referiu
Outro objectivo é captar mais alunos para Bragança.
A visita terminou com um encontro e jantar com os alunos oriundos da Guiné-Bissau a estudar no Politécnico de Bragança.

Publicado por: “Brigantia”

Um comentário em “Embaixador da Guiné-Bissau em Portugal quer mais alunos guineenses no IPB”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

6 − 6 =