Chissano falha encontro da AULP em Bragança

É preciso aumentar o apoio aos programas de mobilidade no Ensino Superior. Essa foi a principal conclusão do 21º encontro da Associação das Universidades de Língua Portuguesa, que ontem terminou em Bragança. O reitor da Universidade de Lúrio, em Moçambique, foi eleito novo presidente da AULP para um mandato de três anos.No final, apontava a reformulação dos programas de mobilidade como uma prioridade.O objectivo é conseguir levar mais estudantes portugueses e brasileiros às universidades africanas.“Vamos fazer um Erasmus à nossa maneira. Um Erasmus Lusófono que não precisa de ser necessariamente como é o Erasmus. Podemos faze-lo em condições diferente e ter resultados bem melhores” refere Jorge Ferrão, acrescentando que “temos de colocar todas as nossas instituições a fazer um pequeno investimentos”. O presidente do Instituto Politécnico de Bragança e anfitrião do evento, sublinha a aprovação da proposta de criação de um fundo de cinco milhões de euros para apoiar os programas de mobilidade como a maior vitória deste encontro.“É comparticipado em dois milhões de euros pelo Brasil mais 500 mil euros da AULP, mais 500 mil do Banco Mundial e da CPLP” adianta Sobrinho Teixeira, salientando que “isto já é o pioneirismo de termos uma mobilidade dentro do espaço da lusofonia”. Este foi mesmo o maior encontro de que há memória, com 460 participantes. Mas ontem foi especialmente notada a ausência de Joaquim Chissano, ex-presidente de Moçambique.Sobrinho Teixeira diz que foi um imprevisto de última hora que obrigou ao cancelamento da viagem.“Ele fez um esforço imenso para vir, mas ficou retido no Botswana onde teve uma reunião para estabelecer a paz em Madagáscar” explica. “Ele ainda consegui chegar a Joanesburgo mas o avião chegou atrasado meia hora e já não conseguiu apanhar a ligação para Amsterdão”. De qualquer forma, salienta que “ele mandou uma conferência gravada”. Ontem terminaram os debates.

Hoje o dia é dedicado ao programa social, que vai decorrer em Vila Real.
Publicado em ‘Rádio Brigantia‘.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

four + 7 =